26.1.18

Seres com alma

Nietzsche [com dezoito anos, idade com que começa a estudar na Universidade de Bona] deslocou-se por alguns dias a Colónia. Perguntou onde se podia alojar e certamente um brincalhão indicou-lhe uma casa de tolerância. Entrou na sala e viu-se imediatamente rodeado por raparigas despidas. No meio do aposento estava aberto um piano. «Fui direito ao piano», contou ele, «como se fosse o único ser que naquela sala tivesse uma alma.» Sentou-se, pousou as mãos no teclado e lançou-se numa daquelas extraordinárias improvisações que os seus amigos admiravam. As raparigas escutavam-no estupefactas. Nietzsche levantou-se subitamente e saiu, deixando-as espantadas.

Daniel Halévy, Nietzsche [biografia]


Sem comentários:

Enviar um comentário