1.1.16

Leituras à sexta

«E notemos, em primeiro lugar, que o Stallone de Creed – O Legado de Rocky, este Rocky Balboa envelhecido, é tudo menos uma máquina de dar pancada. É tudo menos uma máquina, é um homem, magoado mas sereno e, tanto quanto lhe é possível, pacificado. Pacificado na relação com o sucesso e com o fracasso, vistos como duas faces da mesma moeda ou, o que vai dar ao mesmo, como dois estados transitórios, nunca definitivos.» Luís Miguel Oliveira. A fúria do herói é um bom filme, as feridas dos Estados Unidos da América bem expostas, os seguintes Rambos nem por isso.

«Aprendemos que a premissa do seu coisismo é a de que todas as ideias são falsas, e todas as coisas são verdadeiras.» António Guerreiro



Sem comentários:

Enviar um comentário